O poder das personagens femininas do Sítio do Pica-pau Amarelo

O poder das personagens femininas do Sítio do Pica-pau Amarelo

Dona Benta é uma mulher forte, dona do Sítio do Pica-pau Amarelo. Ela é quem manda e resolve grande parte das questões do sítio e fomenta a curiosidade de seus netos, de quem cuida com todo o carinho. Apesar de morar no interior, é uma mulher bastante atualizada e politizada, muitas vezes trazendo conhecimentos diversos aos seus netinhos. Desde astrologia até gramática, Dona Benta mostra que as mulheres podem ser liberais, livres, modernas e espertas, como no caso do livro O poço do Visconde, no qual um investimento na extração de petróleo em sua terra traz diversos lucros!

 

Sugerimos que você que deseja entender mais sobre como Dona Benta ajudava as crianças a embarcarem em diversas aventuras cobertas de conhecimento leia livros como: Emília no País da Gramatica e Viagem ao Céu.

 

Além dos dons culinários de encher os olhos de vontade e a nossa boca de água, Tia Nastácia carrega bastante conhecimento, principalmente sobre histórias de nosso Brasil. Assim, a segunda avó de Pedrinho e Narizinho mescla seu conhecimento com o de Dona Benta, que é em grande parte Europeu. Devido à doce tia Nastácia, sabedoria popular completamente rica e brasileira é apresentada ao público de Lobato.

 

Que tal apreciar esse conhecimento no livro Histórias de tia Nastácia?

 

Narizinho vive no Sítio, criada pela avó Dona Benta e a Cozinheira Tia Nastácia, a garota demonstra seus valores baseados na gentileza, inteligência e respeito. Quase um espelho de sua avó, a garota apresenta uma linguagem rebuscada e demonstra uma mentalidade à frente de seu tempo e idade. Algo que demonstra isso é dar a Emília a autonomia para decidir se queria ou não casar.

 

O livro no qual podemos conhecer mais sobre o comportamento maduro e inteligente de Narizinho é o Reinações de Narizinho.

 

Por fim temos a personagem Emília. A boneca de pano feita por Tia Nastácia, melhor amiga de Narizinho, após ganhar vida por meio de uma pílula falante dada pelo doutor Caramujo, desembesta a contestar, falar, perguntar. A boneca é ácida, sagaz e completamente independente e passa longe da submissão a qualquer um.

 

Uma boneca humana, com falhas e que está sempre aprendendo algo novo e conquistando sempre o que quer!

 

Emília está sempre se destacando em todos os livros do Sítio do Pica-pau Amarelo, mas vale a pena conferir os que levam seu nome, como Memórias de Emília, Aritmética da Emília e A História de Emília.

 

Conhece alguém com as personalidades citadas acima? Conte para a gente nas redes sociais!