O Escândalo do Petróleo

O Escândalo do Petróleo foi escrito e publicado em 5 de agosto de 1936 pela Editora Nacional. Os 5 mil exemplares sumiram como pão quente. Em 14 de agosto, soltaram uma segunda edição com mais 5 mil que também desapareceram, levando os editores a lançar a terceira edição, com dez mil exemplares. 
O livro tinha uma dedicatória às Forças Armadas brasileiras: "Exércitos, marinhas, dinheiro e mesmo populações inteiras nada valem diante da falta de petróleo". O livro é um protesto indignado contra a burocracia federal que "não perfura, nem deixa que se perfure" para encontrar petróleo, e uma denúncia à ação das grandes empresas estrangeiras assim como à submissão de nossas elites aos interesses delas.

COMPRE AGORA