Ataque ao patrimônio cultural: “corrigir” textos de Monteiro Lobato

Ataque ao patrimônio cultural: “corrigir” textos de Monteiro Lobato

Toda a obra do escritor Monteiro Lobato, que faleceu no ano de 1948, encontra-se, desde o início de 2019, sob domínio público. Agora que já se passaram 70 anos da morte do escritor, ninguém precisa pedir qualquer tipo de autorização à sua família para reproduzir os textos de Lobato. No entanto, alguns editores, como Pedro Bandeira, se mostraram dispostos a alterar partes da obra de Monteiro Lobato, retirando e substituindo expressões consideradas “inadequadas”.

 

Confira o restante da matéria no site Diário Causa Operária.